Blog Claudia Assef

PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

WME Conference tem Céu, Dani Mercury e show surpresa de encerramento grátis

Claudia Assef

28/02/2020 14h36

Como superar uma premiação como foi a WME Awards 2019, cheia de artistas potentes, diversidade, espaço para tudo quanto é gênero musical e voz para profissionais da música de várias etnias e regiões do Brasil? Fazendo uma conferência que fosse a melhor de todas até agora. Foi com esse fator turbinado de pressão que eu e a Monique Dardenne pensamos na programação da 4a edição da WME Conference, que acontece em São Paulo nos dias 27, 28 e 29 de março e já tem ingressos à venda aqui.

Há quatro anos temos feito um evento que se reiventa a cada edição – ou pelo menos é a nossa tentativa. Trazemos novos formatos tanto para os painéis quanto para as intervenções artísticas e workshops. E este ano vamos também dar um salto quântico no domingo, tradicionalmente nossa festa de encerramento, gratuita e na rua. Em breve volto a falar desse domingo, mas o negócio é grande, viu.

Por enquanto vamos às informações confirmadas. Na parte dos shows, nosso objetivo sempre é fazer uma mistureba do novo com o clássico, de estilos, de backgrounds. E, este ano, os quatro shows da parte diurna da conferência, que acontece mais uma vez no CCSP, estão bem a nossa cara: dia 27 (sexta) tem duas deusas que há muito tempo almejávamos: Maria Rita Stumpf, compositora e intérprete brasileira nascida na serra gaúcha, que em 1988 lançou o disco Brasileira, álbum clássico, desses que DJs saem aos tapas para comprar no mundo todo. Em 2017, o disco foi relançado pelo selo brasileiro Selva, dos meninos da festa Selvagem, e a carreira da cantora voltou a bombar, especialmente para o público de música eletrônica. Naquele ano, ela se apresentou no festival Dekmantel, em São Paulo, e ganhou este minidocumentário produzido pela Selva Discos e Dead Pixel.

Maria Rita Stumpf – Brasileira 

Encerrando as atividades da sexta (27) teremos show da cantora Céu, que em 2019 foi madrinha da Conference e agora volta com show do novo álbum, Apká! Às vésperas de completar 40 anos, Céu lançou um dos discos mais consistentes da carreira e está com um show forte, ancorado em Apká! mas, claro, com os hits que nunca faltam em seus shows. Vale lembrar que, apesar da programação de painéis e workshops da Conference ser paga, os shows são gratuitos.

Céu – Corpocontinente 

No sábado, a programação de show está igualmente fortíssima e diversa. Começamos com a banda Rakta, uma das minhas favoritas do Brasil, fazendo seu rock de bruxa, como diz minha filha Luna, cantando em dialeto sobre uma sonoridade densa e hipnótica. Fechando as atividades musicais no CCSP estará a banda As Bahias e a Cozinha Mineira, das nossas manas Assucena Assucena e Raquel Virgínia, indicadas ano passado no Awards ao prêmio de Melhor Cantora.

Rakta ao vivo no KEXP

As Bahias e a Cozinha Mineira – Das Estrelas

Nos dois dias de CCSP, várias atrações surpresa irão costurar os conteúdos da programação, que atrai cada vez mais profissionais da indústria da música e curiosos sobre o assunto. Entre os painéis, workshops e shows, mais de 100 mulheres falarão sobre temas como podcast, tendências de consumo de música, sustentabilidade em eventos, tecnologia x saúde mental, tendências dos festivais brasileiros, entre outros assuntos que permeiam o universo da música, da tecnologia e dos negócios.

Um dos pontos altos da programação será o Q&A com a madrinha da WME Conference deste ano, Daniela Mercury. Durante quase duas horas, terei a responsabilidade de conduzir uma entrevista com a rainha do axé, com participação de perguntas do público. Esse papo promete. Veja abaixo alguns dos painéis e workshops confirmados.

Dias 27 e 28 de março no CCSP
Centro Cultural São Paulo

Painéis

> Literatura Musical; das partituras as prateleiras. O mundo todo está ouvindo mais música, mas cadeia mais livros sobre o assunto?

> Sustentabilidade na prática. Ações de pequeno, médio e grande porte capitaneadas por festivais brasileiros.

> Do Walkman à Núvem. Profissionais que vivem e respiram música falam de tendências de consumo para os próximos anos.

> Discografia WME – Artistas falam do nascimento da idéia até a concepção final de seus álbuns.

> Administração de crise – Quando a internet enlouquece em torno de um post, o que fazer?

> Festivais como Lançadores de Tendências. Captação de patrocínio, valor de ingresso em consonância com a realidade, ter ou não artistas internacionais, valorizar o artista local. São muitos os desafios dos festivais brasileiros, e a gente quer saber.

> Unidas pela Pista. Como coletivos de festas criam comunidades em torno de códigos, hinos e figurinos.

> Q&A com Daniela Mercury – Um bate-papo com a madrinha da edição 2020, a rainha do axé e dos nossos corações, Dani Mercury.

> Parece homenagem, mas é esteriótipo. Como a música retrata os indígenas.

>Tecnologia e Saúde Mental. Podemos transformar a avalanche de informacões que lotam nossas timelines diariamente em algo benéfico e menos maçante, pergunte-nos como.

> Meu palco, minhas regras. Quem toma conta da sua identidade artística?

Workshops

> Produção de Podcasts – Fabiana Lian (On Stage Lab)

> Ecad Apresenta: Descomplicando a Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais – Paula Novo (ECAD)

> Como criar conteúdo para Internet – Helen Ramos (HelMother)

> Discotecagem e Turntablism – DJ Cinara (Bi-campeã do Red Bull Thre3Style Brasil)

> Técnicas de Composição – Deh Mussulini e Bia Nogueira (Sonora)

> Marcas e Música – Sabe aquela ideia genial, aquele projeto de música que vicies sabe que vai emplacar com as marcas? Uma das mentes brilhantes à frente de agências de publicidade te dá a real sobre o mercado – Samantha Almeida (Head Of Content – Ogilvy Brasil)

Atividades :

> Ioga, Meditação e Música Eletrônica – Mari Rossi e Daniella Zylbersztajn

> Mentoria WIM – Sua Chance de absorver conhecimento de 12 profissionais de larga experiência no mercado da música. Tire suas dúvidas, busque referência, eis a sua chance.

> WME Talk Saúde Mental e a Música Pop com Amanda Ramalho

> CONHE|SÊLA. Quem seria interessante conhecer dentro de uma feira de negócios em música? Com quais mulheres poderia trocar experiências e construir futuras parcerias sólidas? CONHE|SÊLA sé uma releitura dos tradicionais speed meetings que vai além de uma reunião, incorporando conceitos de associação cognitiva, como a dinâmica e a performance. Através de uma inscrição prévia, mulheres do mercado respondem um questionários e passam por uma triagem antes de se conhecerem. No dia do evento a SÊLA coloca frente a frente mulheres que têm afinidades em seus perfis revelando suas potencialidades. Esse projeto foi criado por Camila Garófalo, idealizadora da SÊLA, em parceria com a analista compotamental Laura Faria e com a Performer Maria Moreira da coletiva Casarelas.

FESTAS WME

Como é tradição, temos três festas além das atividades do CCSP. Na sexta (27) à noite tomamos conta do Jazz nos Fundos, pelo quarto ano consecutivo, trazendo dois furacões da música brasileira, a dupla paraense Guitarrada das Manas, que eu vi de perto tocando no festival Se Rasgum, em Belém, e a baiana talentosíma Larissa Luz, que também assiste num festival fora de São Paulo pela primeira, o CoMa, em Brasília. Dois talentos que traduzem a atualidade da música brasileira, cada uma a seu modo.

No sábado (28), a noitada é eletrônica e mais uma vez num lugar parceiro que nos acompanha desde o primeiro ano, o clube Jerome. Este ano, são quatro DJs maravilhosas que irão fazer as honras da noite,  Marina Dias (22h ate 24h), Ella de Vuono (24h à 1h30), DJ Due (1h30 às 3h) e Cashu (3h às…).

A DJ Cashu, uma das criadoras da Mamba Negra, encerra da noite eletrônica do WME

Acreditamos na celebração como forma de consolidar um movimento e este ano o encerramento vai ser apoteótico. O que posso adiantar é que vai ser bem maior que nos anos anteriores, quando reuniámos cerca de 5.000 pessoas em frentes às Houses, na rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, em Pinheiros. Bem maior, com novos parceiros, um line-up fortíssimo e… gratuito!

Quer entrar nessa barca completa? Compre seu ingresso já, aqui.

Quer só esperar pelo domingão gratuito? Não tem problema, vai valer a pena.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Claudia Assef é uma das mais respeitadas especialistas em música do país. É publisher do site “Music Non Stop” e ao lado de Monique Dardenne fundou o “Women's Music Event”, plataforma de conteúdo e eventos que visa aumentar o protagonismo da mulher na indústria da música.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre descobertas musicais, novidades, velharias revisitadas, tendências e o que está rolando na música urbana contemporânea, seja na noite ou nas plataformas de streaming mais próximas de você.

Blog Claudia Assef