Blog Claudia Assef

Topo
Claudia Assef

Claudia Assef

Categorias

Histórico

Galeria Olido vai reunir DJs, VJs, vogue, bailes e dancehall em junho

Claudia Assef

29/05/2019 20h37

Uns dois meses atrás contei em primeira mão nesta coluna que recebi um convite para coordenar o Centro Cultural Olido e ajudar a transformar o lugar num centro de DJs, novas mídias e danças urbanas. Eis que, agora em junho, estreamos essa programação em esquema de soft opening, já que ainda não foram feitas mudanças visíveis na estrutura física, mas alterações profundas na programação já serão sentidas e mostrarão bem os rumos que o local irá seguir.

Já no primeiro dia do mê,s a Vitrine da Dança, espaço que fica numa esquinas mais movimentadas da cidade, a da ruas São João com a Dom José de Barros, endereço lendário para o hip hop e para as danças urbanas, recebe o Baile do Mister Sam, um dos DJs que ajudaram a estreitar as relações da disco music com o pop. Responsável por ter descoberto e lapidado em estúdio o talento de Gretchen, entre outros sucessos do pop dançante (de Tremendo a Black Juniors), Sam foi um importante garimpeiro de sucessos para gravadoras como a Copacabana, e lançou mais de 30 compilações carregando seu rosto e sua assinatura na capa. Também no dia 1, a pomposa Sala Olido recebe o folk urbano do cantor e compositor Renato Godá e sua banda. No dia 2, tem Jam Olido, encontrão de dança urbana liderado pelo multiartista Frank Ejara. Na terça, dia 4, tem Hip Hop na Vitrine, com a Muca MC, o rapper Magnus 44 e o DJ campeão mundial do DMC Erick Jay.

A dança Vogue vai preencher os corredores da Galeria Olido no dia 8 de junho. Foto: Verônica Vieira

No sábado, dia 8, tem bailes pra todas as idades; na Vitrine da Dança tem Sabadão Olido com Baile Nostalgia, enquanto nos corredores da galeria vai rolar o Ball Kiki House of Mutatis, encontro de dança Vogue com mostras de dança, batalhas e discussões sobre diversidade sexual, saúde, negritude e gênero. Criada nos EUA nos anos 80, a dança Vogue ganhou popularidade com Madonna nos anos 90 e tem conquistado cada vez mais adeptos no Brasil, especialmente nas periferias.

No Dia dos Namorados, 12 de junho, quem vai comandar o baile é o DJ Marky, tocando uma seleção de lentas para quem quiser dançar agarradinho com seu crush. Marky vai tocar pela primeira vez em muitos anos as love songs que incluía nos seus sets nos primórdios da carreira, nos anos 90, quando ainda era quase obrigatório rolar uma sessão de lentas nos clubs.

Na quinta, dia 13, acontece a estreia da Live Olido, uma noite que pretende promover a fusão das linguagens da música e das artes visuais, com show do produtor Psilosamples e do VJ Suave. No dia 14, tem Happy Hour Olido na Vitrine da Dança com os DJs Charles Team e Tony Hits, mandando o melhor do samba-rock, gênero que traz no DNA os primórdios da discotecagem em São Paulo. No dia seguinte, é a vez da rainha do dancehall Lei di Dai trazer seu show alto atral, com direito a aula de dancehall, para o Sabadão Olido, que acontece na Vitrine da Dança.

A rainha do Dancehall Lei di Dai se apresenta no Sabadão Olido no dia 15 de junho

O domingo 16 de junho vai entrar para a história da cidade com a presença ilustre dos DJs pioneiros do Brasil, seu Osvaldo Pereira, primeiro DJ do país, que começou a comandar bailes em 1958 e segue na ativa ativa até hoje, e a musa de todas as DJs, Sonia Abreu, a primeira mulher a iniciar no ofício, em 1964. Será uma tarde histórica.

Sonia Abreu e Seu Osvaldo Pereira, DJs pioneiros no Brasil farão apresentação na Vitrine da Dança

No Happy Hour Olido do dia 21 de junho tem mais um mestre jedi dos DJs tocando de graça para a galera: DJ Nuts e sua maravilhosa coleção de hits brasileiros que talvez você nunca tenha ouvido, mas com certeza vai amar.  No dia seguinte, sábado, a Vitrine recebe o campeonato de DJs Soco na Gangrena, e no Cine Olido tem exibição da série documental História Secreta do Pop Brasileiro, dirigida por André Barcinski, seguida de show com a banda Os Carbonos. 

Na quinta-feira seguinte (27) tem mais Live Olido, desta vez com a turma da Roda de Sample e suas muitas experimentações que irão ocupar a Sala Olido. Na sexta (28), é a vez do Happy Hour receber as meninas da festa House of Divas, e sábado a Vitrine da Dança vai ferver com o crew da Coletividade Namíbia. Na sala Paissandu, nos dias 28, 29 e 30 tem espetáculo de dança O Último Dia, de Henrique Lima. Confira abaixo as datas e horários da Olido em junho e vem dançar com a gente.

JUNHO NO CENTRO CULTURAL OLIDO

Sábado, 1/6, 16h – Sabadão Olido com Baile do Mister Sam (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 1/6, 20h – Renato Godá (Sala Olido) – R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Domingo, 2/6, 15h – Jam Olido (Vitrine da Dança) – Grátis
Terça, 4/6, 18h – Hip Hop na Vitrine com Muka MC, Magnus 44 e DJ Erick Jay (Vitrine da Dança) – Grátis
Sexta, 7/6, 18h – Happy Hour Olido com Baile do Batuca (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 8/6, 13h, aula de capoeira (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 8/6, 15h, Sabadão Olido com Baile Nostalgia (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 8/6, 16h, Ball Kiki House of Mutatis (corredores da Olido) – Grátis
Quarta, 12/6, 18h, Baile do Dia dos Namorados com DJ Marky (Vitrine da Dança) – Grátis
Quinta, 13/6, 20h, Live Olido com Psilosamples e VJ Suave (Sala Olido) – Grátis
Sexta, 14/6, 18h, Happy Hour Olido convida Festa do Vinil com Tony Hits e DJ Charles Team (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 15/6, 18h, Sabadão Olido com Lei Di Dai (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 15/6, 21h, Palavras Gestuais com Denise Stoklos (Sala Olido) – Grátis
Sábado, 16/6, 13h, aula de capoeira (Vitrine da Dança) – Grátis
Domingo, 16/6, 14h, Pioneiros: DJs Seu Osvaldo Pereira e Sonia Abreu (Vitrine da Dança) – Grátis
Segunda, 17/6, 20h, Panorama: arte na periferia 10 anos (Cine Olido), Grátis
Sexta, 21/6, 18h, Happy Hour Olido com DJ Nuts (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 22/6, 14h, Sabadão Olido com Soco na Gangrena Batalha de DJs (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 22/6, 15h Festival In-Edit com A História Secreta do Pop Brasileiro – Grátis
Sábado, 22/6, 19h30, Festival In-Edit com show Os Carbonos (Sala Olido) – Grátis
Domingo, 23/6, 15h, Baile Nostalgia (Vitrine da Dança) – Grátis
Segunda, 24/6, 20h, curtas de skate (Cine Olido) – Grátis
Quinta, 27/6, 20h, Live Olido com Roda de Sample (Sala Olido) – Grátis
Sexta, 28/6, 20h, O Último Dia, de Henrique Lima, Dir. Diogo Granato (Sala Paissandu) – Grátis
Sexta, 28/6, 20h, Happy Hour Olido com House of Divas (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 29/6, 18h, Sabadão Olido com Coletividade Namíbia (Vitrine da Dança) – Grátis
Sábado, 29/6, O Último Dia, de Henrique Lima, Dir. Diogo Granato (Sala Paissandu) – Grátis
Domingo, 30/6, O Último Dia, de Henrique Lima, Dir. Diogo Granato (Sala Paissandu) – Grátis

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO CINE OLIDO NO SITE DA SP CINE

Sobre a autora

Claudia Assef é uma das mais respeitadas especialistas em música do país. É publisher do site “Music Non Stop” e ao lado de Monique Dardenne fundou o “Women's Music Event”, plataforma de conteúdo e eventos que visa aumentar o protagonismo da mulher na indústria da música.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre descobertas musicais, novidades, velharias revisitadas, tendências e o que está rolando na música urbana contemporânea, seja na noite ou nas plataformas de streaming mais próximas de você.