Blog Claudia Assef

menu
Topo
Claudia Assef

Claudia Assef

Categorias

Histórico

Björk e Beyoncé são tema de cursos em São Paulo

Claudia Assef

2008-06-20T19:11:51

08/06/2019 11h51

Basta estar vivo para ser impactado pela música pop e seus desdobramentos. Muito além de transitar no nosso dia a dia, ícones dessa cultura são objetos de estudo em universidades e cursos fora do Brasil há algum tempo. Por aqui ainda não são tão comuns. Sobretudo quando se tem a oportunidade de "estudar", na mesma semana, fenômenos como Björk e Beyoncé, duas gigantescas forças femininas do pop que, de certa forma, escolheram caminhos opostos, mas se encontraram na estratosfera das super-estrelas. 

Elas são tema de dois cursos que acontecem nas próximas semanas em São Paulo. Björk: Paradigmas do pós-humanismo.exe, ministrado pelo filósofo Alisson Prando, o curso explora tópicos relacionados à indústria cultural, à tecnocultura e à desterritorialização dos corpos em uma jornada tão pulsante quanto uma música de Björk, segundo o release.

Em quatro décadas de carreira, a islandesa desafiou o status quo musical ao se posicionar como uma artista transmídia que sempre denunciou a estrutura masculinista da indústria. Fascinada com o uso da tecnologia, Björk é aclamada pela crítica especializada por combinar diversos gêneros musicais, como música eletrônica, jazz, trip hop, folk e ethereal wave, mantendo-se eternamente inclassificável.

O curso é dividido em quatro encontros (Aula 1 | A construção do ícone pop, Aula 2 | Música e tecnocultura,  Aula 3 | Remixando Nietzsche: a contrassexualidade em Björk e Aula 4 | Constelações experimentais: artistas pós-Björk), com início no dia 11 de julho, no Museu da Imagem e do Som. O valor total do investimento é R$ 120 e ainda há vagas disponíveis aqui. Um esquenta perfeito para a exposição sobre a vida e a obra da islandesa, que entra em cartaz no MIS ainda neste mês de junho (18).

POLITIZANDO BEYONCÉ

A cantora mais pop do universo, Beyoncé também é objeto de um curso em São Paulo. Gratuito, Politizando Beyoncé acontece no sábado (15), no Sesc Pompéia, e nasceu de um projeto criado pelo filósofo e pesquisador Alisson Prando, o mesmo do curso da Björk, com a finalidade de pensar filosofia feminista e estudos de mídia. Nesta edição ele está acompanhado da educadora social Mayra Ribeiro e do professor de história da África e do Brasil Allan da Rosa.

Beyoncé já vem sendo objeto de estudo em universidades ao redor do mundo, inclusive em Harvard. Partindo do pressuposto de que a cultura pop funciona como espelho social e político do mundo contemporâneo, "Politizando Beyoncé: raça, gênero e sexualidade" analisa a estética da artista, trazendo para reflexão tópicos relacionados à indústria cultural, à dinâmica do espetáculo e ao entretenimento, conectando-os com as clivagens raciais, de gênero e de sexualidade.

Politizando Beyoncé: raça, gênero e sexualidade x Educação Plural
Sábado, 15 de junho, das 15h às 18h
Local: Oficinas de Criatividade
Classificação indicativa: Livre
Atividade Gratuita | Retirada de senha com 1 hora de antecedência na Loja Sesc
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93, São Paulo
Tel. 11 38717700

Björk: Paradigmas do pós-humanismo.exe
11, 16, 18 e 23 de julho, das 19h às 22h
Auditório LABMIS
Av. Europa, 158, Jd. Europa
R$ 120

Sobre a autora

Claudia Assef é uma das mais respeitadas especialistas em música do país. É publisher do site “Music Non Stop” e ao lado de Monique Dardenne fundou o “Women's Music Event”, plataforma de conteúdo e eventos que visa aumentar o protagonismo da mulher na indústria da música.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre descobertas musicais, novidades, velharias revisitadas, tendências e o que está rolando na música urbana contemporânea, seja na noite ou nas plataformas de streaming mais próximas de você.