Blog Claudia Assef

PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

O Barulho da Lua, biografia de Anderson Noise, ganha lançamento em BH e SP

Claudia Assef

14/12/2019 16h13

Se existe alguma dúvida de que o ofício de DJ também é cultura geral, convido vocês a lerem um pouco da bibliografia disponível em torno desses e dessas profissionais. Tenho contribuído com esses registros desde 2003, quando lancei Todo DJ Já Sambou – A História do Disc-Jóquei no Brasil, no qual tentei trazer uma panorama histórico desde os primórdios dessa movimentação no país, em 1958, através dos bailes de Orquestra Invisível de seu Osvaldo Pereira.

Dois anos atrás, lancei Ondas Tropicais, livro que conta a história da DJ Sonia Abreu, primeira do Brasil a segurar esse crachá, falecida há poucos meses. Meu terceiro livro também discorre sobre a vida de uma peça importante do quebra-cabeça DJ no Brasil. O Barulho da Lua – A História do DJ Anderson Noise (Natura Musical) ganha lançamento na próxima sexta-feira (20) em Belo Horizonte, às 18h, no Café com Letras Liberdade, no CCBB. Em São Paulo, o lançamento será dia 30 de janeiro, no Centro Cultural Olido. Mas vamos ao livro.

São mais de 30 anos de carreira retratados em uma obra que destaca a trajetória profissional de um dos principais nomes da música eletrônica no Brasil. Escrita ao longo deste ano, a biografia se ancora na vida do rapaz nascido numa família humilde em Belo Horizonte e que acabou se tornando um dos nomes mais relevantes da música eletrônica no Brasil. Foi um pouco como fazer um longa sessão de terapia com Anderson, que já teve momentos de auge, ali pelo meio dos anos 2000, e hoje segue vivendo de ser DJ num cenário que se renova a cada segundo. Tem momentos de alegria, de superação, de tristeza, fracasso, e um olhar com um filtro muito particular para o mundo.

Anderson Almeida, o Anderson Noise, trabalhava como pintor junto com pai para poder bancar seus discos desde os 7 anos

O Barulho da Lua mergulha na alma do DJ que, mesmo com pouco estudo, se tornou um patrimônio do techno no Brasil. O livro costura a história de Anderson com o desenvolvimento da cena noturna de Belo Horizonte, com registros sobre lugares que marcaram a cidade, como o mítico The Great Brazilian Disaster e o bar Drosóphyla, por exemplo. Anderson Noise foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento da música eletrônica em sua cidade natal, onde organizou mais de 40 grandes festas levando sua marca. Mas seu impacto foi sentido muito além de Belo Horizonte.

Ele foi pioneiro ao criar uma rádio online nos primórdios da internet (Rádio Noise, no UOL, de 2002 a 2017), antevendo o sucesso dos podcasts; teve um canal no YouTube antes dos youtubers bombarem (o primeiro canal de música eletrônica brasileiro semanal do Brasil, a TV Noise); montou o selo Noise Music (o
mais antigo selo de techno do Brasil), que lançou mais de 200 faixas. No auge da carreira, no ano de 2003, fez um set de encerramento histórico no Skol Beats, um marco para muita gente até hoje.

Além de ter tocado em praticamente todos os Estados brasileiros, Anderson ganhou o mundo e seu passaporte tem mais de 30 carimbos de países para onde levou seu som do barulho, entre os mais visitados, Inglaterra, onde chegou a manter residências, e Japão.

Renato Cohen, Anderson Noise e Mau Mau

Isso sem falar em coisas que a gente nem sonha que um DJ seria capaz de realizar, como tocar com orquestra na Sala São Paulo (a Bachiana Filarmônica, regida pelo maestro João Carlos Martins) ou ainda trabalhar com um de seus maiores ídolos, Milton Nascimento, que cantou uma das músicas da banda Nie Myer, que o DJ mantém com Lelo Zanetti e Henrique Portugal, do Skank.

O Barulho da Lua traça uma relação do mineiro com o satélite terrestre, já que Anderson nasceu no dia 21 de julho de 1969, poucas horas depois de o homem pisar na Lua. Com 168 páginas, o livro reúne depoimentos de pessoas que fazem parte da vida do DJ, coletadas em muitas horas de conversas, fotografias que ajudam a juntar as peças do quebra-cabeça de sua vida, mas que trazem muito a dizer sobre a identidade da cena eletrônica mineira.

No final do livro, um QRCode leva para uma playlist linda, com mais de 100 músicas que ajudam a contar a história do DJ. A edição é bilíngue, foi escrita em português e inglês. Anderson continua na ativa e está longe de querer pendurar os fones de ouvido. Tocou em outubro na Alemanha e se apresenta mensalmente em São Paulo, onde é DJ residente no D-Edge. Quem quiser prestigiar, é só chegar nos dois lançamentos e pegar um autógrafo 🙂

Festa de lançamento de O Barulho da Lua – A História do DJ Anderson Noise em BH
Data: 20 de dezembro
Horário: 18h às 22h
Local: Café com Letras Liberdade – CCBB (Praça da Liberdade, 450, Belo
Horizonte)
Classificação: Livre
Informações: (31) 99605-1155
Ingressos: Entrada gratuita
Preço do Livro: R$ 40

Festa de lançamento de O Barulho da Lua – A História do DJ Anderson Noise em SP
Data: 30 de janeiro
Horário: 19h às 22h
Local: Centro Cultural Olido (av. São João, 473, centro)
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada gratuita
Preço do Livro: R$ 40

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Claudia Assef é uma das mais respeitadas especialistas em música do país. É publisher do site “Music Non Stop” e ao lado de Monique Dardenne fundou o “Women's Music Event”, plataforma de conteúdo e eventos que visa aumentar o protagonismo da mulher na indústria da música.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre descobertas musicais, novidades, velharias revisitadas, tendências e o que está rolando na música urbana contemporânea, seja na noite ou nas plataformas de streaming mais próximas de você.

Blog Claudia Assef